TUDO SOBRE A CARTELA DE CORES DE INVERNO

A cartela de cores é uma ferramenta que te auxilia a construir uma imagem bonita e elegante. É comum relacionar a cartela de cores com a época do ano, ou seja, no inverno se usaria uma cartela de cor, enquanto no verão outra, mas isso não é verdade.

Não é exatamente assim que funciona porque as cartelas de cores são inspiradas na natureza, mas não as utilizamos de acordo com a época do ano.

Entender as características da sua cartela de cores é fundamental para se vestir bem.

Então, vamos aprender tudo sobre a cartela de cores de inverno.

Cartelas de cores?

A cartela de cores é um conjunto de cores que trazem características em comum e são agrupadas em alguns formatos. As cores com características semelhantes são dispostas em conjunto de diferentes tons que variam do claro ao escuro.

As cartelas de cores são compostas por quatro grandes subdivisões e dentro delas existem mais três subdivisões, totalizando um universo de doze cartelas de cores.

Temos quatro cartelas principais: primavera pura, inverno puro, verão puro e outono puro.

As cores de inverno puro e verão puro possuem características muito similares por terem cores que estão mais perto do rosa, azul e roxo.

Já as cartelas de primavera pura e outono puro também são parecidas entre si por terem os tons mais amarelados e amarronzados (terrosos).

Denominamos de cores quentes as cartelas de primavera e outono e chamamos de cores frias as cartelas de inverno e verão.

E, mesmo entre as cores frias, existem diferenças entre as cores de inverno e as de verão: as de invernos são cores bem mais intensas e concentradas e as de verão são mais claras e calmas.

Da mesma forma, as cores da primavera são mais alegres e intensas, enquanto as cores de outono são sérias e fechadas. Cada cartela possui suas características e isso reflete nas cores que enxergamos.

São doze o total das cartelas de cores: três de primavera, três inverno, três de verão e três de outono.

As cartelas de inverno possuem cores com mais tonalidades rosa, azul e roxa, bem como mais fortes e intensas.

Análise de Coloração Pessoal

A análise de coloração (ou colorimetria) serve para identificarmos qual a cartela de cores que possui as características que mais ressaltam a beleza natural e quais cores não favorecem.

É observado se as cores de determinada pessoa são mais brilhosas ou opacas, escuras ou claras e quentes ou frias.

Assista meu vídeo do Youtube sobre Análise de Coloração pessoal para compreender as cartelas de cores TOCANDO AQUI.

O teste de análise de coloração precisa ser feito por uma consultora de imagem e com o material adequado.

Outro ponto importante é que a colorimetria deve ser realizada presencialmente porque existem alterações na câmera, na tela do computador e na iluminação que interferem na percepção das cores.

O que se analisa nesse teste não é a cor de pele, mas sim o subtom da pele, que é algo que está por trás da pele e que vai aparecer ao se colocar cores diferentes na frente do rosto e essas cores refletirem.

É um processo natural de a luz iluminar algo e o que refletir no rosto (tecidos de cores diferentes) causa um efeito que determina a cartela de cores.

Ninguém usa uma mesma cartela de cores de forma igual, assim como nem sempre todas as características da cartela serão ótimas para você.

Toda cartela possui três características que são determinantes, mas nem sempre essas três características vão ser adequadas.

Características das cartelas de inverno

Todas as cartelas de inverno são frias, intensas e escuras e o que difere uma cartela da outra é a diferença de prioridade constante em cada uma delas.

Na cartela de inverno frio (ou puro) a principal característica é a temperatura ser fria, enquanto na inverno brilhante (ou intenso) é ter cores mais brilhantes e no inverno escuro (ou profundo) predomina cores mais escuras.

Observamos na cartela de inverno puro uma distribuição mais homogênea das cores e na de no inverno intenso as cores são mais concentradas, fortes e pigmentadas, possuindo mais tonalidades de rosa, vermelho cereja e azul e menos roxo.

Já no inverno profundo as cores são escuras em maior quantidade. O quanto se usará as cores claras ou escuras irá depender das características naturais da pessoa.

Uma pessoa pode ter essa cartela, porém possuir o cabelo escuro e pele e olhos claros, trazendo um certo tom de claridade para a imagem pessoal.

No uso da cartela devemos levar em consideração a principal característica que ressalta a beleza natural e as que atrapalham a harmonia do visual, ainda que se use cores de outra cartela.

Se determinada pessoa tem uma cartela que a principal característica, por exemplo, é o escuro, mesmo que mude a temperatura para usar a cartela “irmã”, a mudança de temperatura não será relevante porque foi determinada a escuridão como a característica principal em comum.

É muito mais importante entender e trabalhar com as características principais que evidenciam a beleza do que saber qual a cartela de cores que deve ser utilizada. Para isso, precisamos compreender as cores e suas combinações e características principais.

Análise de looks

No primeiro exemplo a seguir (da esquerda) percebemos que existem tonalidades e maneiras diferentes do roxo se apresentar a depender do tipo de tecido utilizado.

Temos um look mais clarinho por dentro e um casaco de um tom médio com contraste entre tons escuros e claros, enquanto no vestido temos uma tonalidade de roxo que é muito mais brilhante e intensa (inverno brilhante).

Já na terceira imagem vemos uma combinação de dois tons de roxo médio, sendo um tom de roxo um pouco mais escuro que o outro que faz um contraste mais baixo porque a diferença de tons não é tão grande assim.

No último look (da direita) as cores são bem mais escuras e é muito visível o encaixe em uma cartela de inverno escuro (que são cores predominantemente escuras).

A modelo com vestido teve sua beleza natural ressaltada por causa do brilho, bem como a modelo com o look mais escuro tem o seu visual exaltado por conta dessa característica.

Então, o uso da cartela de cores precisa ser a partir das características que deixam a pessoa mais bonita.

Na próxima imagem temos diferentes tons de azul. Tons de azul mais claro com contraste um pouco mais escuro que são mais suaves (inverno frio) e tons de azul mais intensos e pigmentados (inverno brilhante):

Na imagem acima a camisa branca denota intensidade (inverno frio) e gera um contraste grande entre as cores (azul escuro e branco). Em compensação, o contraste entre o azul e o verde é menor (médio).

Comparando o visual da primeira imagem (à esquerda) em que consta contraste em tons de azul claro com os das demais, é nítida a diferença nas combinações de cores por valorizarem pessoas completamente diferentes a partir do uso de tonalidades diversas.

São várias tonalidades de azul para belezas e objetivos de imagem diferentes, de modo que cada um deles trouxe harmonia aos contrastes.

As próximas imagens são uma série de looks na cor branca, que é uma cor considerada bem intensa. Percebemos que em alguns casos o preto vem junto do banco justamente para trazer aumento do contraste:

No primeiro look foi inserido um colar em um tom forte de vermelho e nos demais foi usado óculos escuros bem preto com o intuito de elevar o nível do contraste para que o visual tenha um realce e não fique apagado por se utilizar uma cor muito próxima ao tom da pele das modelos.

Os visuais abaixo demonstram diferentes níveis de contraste: baixo, médio e alto. O primeiro look é monocromático (à esquerda) e, por isso, o seu contraste é praticamente zero e existe uma diferença sutil por causa do tecido que deixa a tonalidade ligeiramente diferente.

No visual do meio o nível de contraste é médio com uma cor mais escura na parte de cima e uma média na parte de baixo (e ainda tem uma bolsa em tom claro). Já no último o contraste é bem alto com três cores muito intensas e bem diferentes entre si sendo usadas.

A cartela de cores não deve prender ninguém porque ela é um guia para favorecer a beleza natural. Da mesma forma, nem todas as cores que vão constar na cartela vão ser boas para você porque existem muitas variações de cores.

O mais importante é entender as características das cores para se fazer uma escolha realmente eficiente. A cartela de cores é uma ferramenta muito útil que deve ser usada de maneira inteligente.

Para saber mais sobre a cartela de cores de inverno não perca esse vídeo no meu canal do Youtube TOCANDO AQUI.

Beijos,

Manu.

PS.: Se você quiser se aprofundar no uso das cores, e aprender como usar as cores e suas combinações de maneira elegante e de acordo com o seu estilo, TOQUE AQUI para conhecer o meu curso Como Usar Cores no Look.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: